terça-feira, 29 de junho de 2010

Olhe para mim...



''Preciso que olhe para mim,
Não estou mais usando máscaras, deixarei que veja como realmente sou,
Tente não demonstrar sua aflição ao perceber que por mim nutria apenas uma mera ilusão.
Minha personalidade é um tanto abstrata, creio que minhas qualidades foi você que inventou,

Preciso que você me enxergue.
Não como querias que eu fosse,
Gostaria que notasse o que na verdade eu sempre tentei esconder,
Minhas falhas e meus defeitos poderão me fazer te perder,
Minhas constantes mudanças de humor irritam você por completo,
Sei que não entendes porque tudo isso agora,
Mas nem eu mesmo sei o porque talvez seja esse meu estranho desejo de me libertar,
Essa estranha necessidade de que olhes realmente para mim...''

Um comentário:

daianne disse...

Angel...seus poemas são lindos suas fotos perfeitas e o bom e que cade expressão sua completa o poema de tal forma que deixa a parecer que o poema foi feita especialmente pra quela ocasião da foto!!
adorei...muitoo bem continuii assim!! sempree crescendo mais e mais!